Follow by Email

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Pedalada da quarta, 26/06/13: Trilha Urbana.

Trilha urbana no bairro San Vale, com suas estradas rústicas, matas e dunas, via Lagoa Seca, Lagoa Nova, Candelária e Avenida da Integração (Tarcísio Maia), em San Vale.
 
 Concentração a partir das 19h30 e saida 20h, sempre no marco zero (Praça Abel de Menezes Lira, Rua Desembargador Antonio Soares, lateral da Arituba, no Tirol).

Ida:  
Praça Abel, direita na Antonio Soares, esquerda na Dom José Tomaz, direita na Alexandrino de Alencar, esquerda na São José, direita na Francisco Mignoni, esquerda na Av. do sol, direita na Av. Isabel Oliveira da Silva, esquerda na Av. Jaguarari, esquerda na Av. Integração, direita na Rua Eng. Octavio Tavares, direita na Rua Agnaldo Gurgel Junior, direita no retorno na area verde, esquerda na Rua Agnaldo Gurgel Junior, direita na Rua Carlos Lamas, esquerda na Rua Francisco Luciano de Oliveira, direita na Rua Alfredo Pegado Cortez, esquerda na Rua Dr. José Tavares da Silva, direita na Av. Dão Silveira, direita na Rua Antoine de Saint Exupey, direita na Rua San Valle, esquerda na Rua Mirasseivas, direita na Rua Prof. Nazareno Aguiar, esquerda na Rua Manoel Cavalcante Moura, esquerda na trilha, direita na Av. Prudente de Morais. Parada para lanche e fotos oficiais nas dunas móveis.

Volta
Dunas da Prudente de Morais, Prudente de Morais, Arena das Dunas (Machadão), esquerda na Prudente de Morais (rotatória), direita na Alberto Silva, esquerda na Romualdo Galvão, direita na Dom José Tomaz, esquerda na Antonio Soares e Praça Abel.



terça-feira, 25 de junho de 2013

Pedal do Açaí - terça, 25/06/13: roteiro fixo para Parnamirim.

Os Ciclistas de Natal oferecem o Pedal do Açaí todas as terças- feiras.

Saída pontualmente às 19h15 (atraso zero) do Posto de combustíveis da Av. Alexandrino de Alencar, esquina com Rua São José, Lagoa Seca, em frente ao Corpo de Bombeiros. O percurso é sempre o mesmo, fique tranquilo.

Ida:
Posto de combustíveis, São José até candelária, esquerda na rua Militão Chaves, direita na Prudente de Morais, prolongamento até Emaús, direita na rua Rio Nilo, esquerda na rua Água Vermelha, direita na BR 101, direita na Av. Bela Parnamirim. Chegada na Universidade do Açaí, com parada para lanche e fotos oficiais.
obs: quem mora na Zona Oeste e Sul pode aguardar no percurso para se integrar ao grupo.

Volta:
Retorno pela BR 101, onde cada um vai tomando seu rumo de acordo com sua moradia. Só voltam ao ponto de partida os que deixaram carros por lá ou residem nas proximidades.


Total de 37 km a percorrer (ida + volta).

segunda-feira, 24 de junho de 2013

BiciAnjo - segunda, 24/06/13: pedalada para iniciantes.

Toda segunda-feira os Ciclistas de Natal promovem o BiciAnjo, com concentração no Hiper Bompreço da Prudente de Morais, em Lagoa Nova, a partir das 19h. Início das "aulas", orientações e demonstrações às 19h15. Largada 19h45.

Pedal criado exclusivamente para atender aquelas pessoas que, por diversos motivos (estudo, trabalho, vida afetiva e outros), deixaram de pedalar, perdendo o ritmo, bem como para aqueles que desejam iniciar no ciclismo.

Hoje, com a febre das BICICLETAS (veículo não poluente, movido a energia humana e promotora de saúde), esse roteiro veio para atender aqueles que tiveram a inteligente idéia de voltar - ou começar - a pedalar. E nunca é tarde para isso!

No BiciAnjo o iniciante vai receber orientacões sobre o uso correto da bicicleta (troca de marchas, freios, posicão do selim, sinalização e outros), dicas sobre o trânsito, normas e equipamentos de segurança, além de pedalar sem pressa na companhia de outros ciclistas.

É importante a presença dos ciclistas mais experientes, todos voluntários, com paciência para pedalar de maneira correta e preventiva no trânsito e no ritmo dos iniciantes.

O percurso é fixo: saída do Hiper Bompreço, depois av. Prudente de Morais, Amintas Barros, rua dos Potiguares, Antônio Basílho, rua dos Tororós, Amintas barros, São José, Jerônimo Câmara, rua dos Canindés, Amintas Barros, rua dos Tororós, Antônio Basílio e a chegada de volta ao estacionamento do Hiper.


Sempre 10km (ida + volta) a percorrer.

domingo, 23 de junho de 2013

Pedalada domingo, 23/06/13: Praia de Pitangui, litoral norte.

Concentração ciclística no posto de combustíveis em frente ao IFRN, atrás do Midway Mall, a partir das 5h30, com largada 6h (haverá tolerância de 5 minutos para os preguiçosos).

Roteiro:
Ida pela Hermes da Fonseca, Ladeira do Sol, Praia do Meio, Praia do Forte, Ponte Newton Navarro, Redinha, Santa Rita, Genipabu, atravessa o rio na balsa, Barra do Rio, Graçandu e Pitangui (café da manhã: pão com ovo e outras coisas mais).

Levar uns trocados para a travessia na balsa e para o café da manhã.

A maré estará baixa às 8h55 (- 0,1 m) e talvez seja possível atravessar o rio com água abaixo do joelho. Lá veremos essa possibilidade.

Não esquecer de água, protetor solar, óculos escuros, camisa manga longa, capacete e luvas, câmara de ar reserva, mais disposição e máquina fotográfica.

Apenas 58 km a percorrer (ida + volta), com nível de dificuldade baixo.

Prepare a bicicleta!






























quarta-feira, 19 de junho de 2013

Pedalada da quarta, 19/06/13, destino Pórtico dos Reis Magos.

Destino final Pórtico dos Reis Magos (BR 101), via Barro Vermelho, Alecrim, 
Lagoa Nova, Candelária, San Vale e prolongamento da Prudente. Retorno por 
Candelária, Lagoa Nova, Lagoa Seca e Tirol.
  
Concentração ciclística a partir das 19h30 e saida 20h, sempre no marco zero (Praça Abel de Menezes Lira, Rua Desembargador Antonio Soares, lateral da Arituba, no Tirol).

Ida: 
Praça Abel de Menezes Lira, Antonio Soares, Dom José Tomaz, Alexandrino, Olinto Meira (Terral), fazer retorno, Olinto Meira, segue na Av. Interventor Mário Câmara, esquerda na Manoel de Castro, esquerda na Rua Nélson Geraldo Freire, direita na Rua Eleusis Magnus Lopes Cardoso, direita na Av. Jaguarari, giradouro à esquerda, Av. Integração, direita na Prudente de Morais (prolongamento), retorno na Prudente de Morais (SEST/SENAT), direita na Rua Antoine de Saint Exupéry, direita na marginal da BR 101, sobe a passarela, desce a passarela e segue em frente (BR 101) até o Pórtico dos Reis Magos (parada para lanche e foto oficial. Levar lanche, pois não há pontos comerciais no local).

Volta: 
BR 101, passarela da antiga Salinas Ford, Integração, Prudente de Morais, Arena das Dunas, Romualdo Galvão, Dom José Tomaz, Antonio Soares e Praça Abel.


Cerca de 24 km a percorrer.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Pedal do Açaí - terça, 18/06/13: roteiro fixo para Parnamirim.

Os Ciclistas de Natal oferecem o Pedal do Açaí todas as terças- feiras.

Saída pontualmente às 19h15 (atraso zero) do Posto de combustíveis da Av. Alexandrino de Alencar, esquina com Rua São José, Lagoa Seca, em frente ao Corpo de Bombeiros. O percurso é sempre o mesmo, fique tranquilo.

Ida:
Posto de combustíveis, São José até candelária, esquerda na rua Militão Chaves, direita na Prudente de Morais, prolongamento até Emaús, direita na rua Rio Nilo, esquerda na rua Água Vermelha, direita na BR 101, direita na Av. Bela Parnamirim. Chegada na Universidade do Açaí, com parada para lanche e fotos oficiais.
obs: quem mora na Zona Oeste e Sul pode aguardar no percurso para se integrar ao grupo.

Volta:
Retorno pela BR 101, onde cada um vai tomando seu rumo de acordo com sua moradia. Só voltam ao ponto de partida os que deixaram carros por lá ou residem nas proximidades.


Total de 37 km a percorrer (ida + volta).

segunda-feira, 17 de junho de 2013

BiciAnjo - segunda, 17/06/13: pedalada para iniciantes.

Toda segunda-feira os Ciclistas de Natal promovem o BiciAnjo, com concentração no Hiper Bompreço da Prudente de Morais, em Lagoa Nova, a partir das 19h. Início das "aulas", orientações e demonstrações às 19h15. Largada 19h45.

Pedal criado exclusivamente para atender aquelas pessoas que, por diversos motivos (estudo, trabalho, vida afetiva e outros), deixaram de pedalar, perdendo o ritmo, bem como para aqueles que desejam iniciar no ciclismo.

Hoje, com a febre das BICICLETAS (veículo não poluente, movido a energia humana e promotora de saúde), esse roteiro veio para atender aqueles que tiveram a inteligente idéia de voltar - ou começar - a pedalar. E nunca é tarde para isso!

No BiciAnjo o iniciante vai receber orientacões sobre o uso correto da bicicleta (troca de marchas, freios, posicão do selim, sinalização e outros), dicas sobre o trânsito, normas e equipamentos de segurança, além de pedalar sem pressa na companhia de outros ciclistas.

É importante a presença dos ciclistas mais experientes, todos voluntários, com paciência para pedalar de maneira correta e preventiva no trânsito e no ritmo dos iniciantes.

O percurso é fixo: saída do Hiper Bompreço, depois av. Prudente de Morais, Amintas Barros, rua dos Potiguares, Antônio Basílho, rua dos Tororós, Amintas barros, São José, Jerônimo Câmara, rua dos Canindés, Amintas Barros, rua dos Tororós, Antônio Basílio e a chegada de volta ao estacionamento do Hiper.


Sempre 10km (ida + volta) a percorrer.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Pedalada da quarta, 12/06/13, destino Nova Parnamirim.

Nova Parnamirim, com Cidade Verde e Rota do Sol (parcial) na volta. Daremos uma oxigenada nos pulmões, pedalando ao lado de um trecho preservado de mata atlântica, pertencente ao Centro de Lançamentos de Foguetes da Barreira do Inferno.

 

Concentração dos ciclistas no marco zero (Praça Abel de Menezes Lira, na Rua Desembargador Antonio Soares, lateral da Arituba, no Tirol) a partir das 19h30, com largada 20h.


Ida:
Praça Abel Lira, Antonio Soares, Hermes da Fonseca, Alexandrino, Rui Barbosa, Campus da UFRN, Odilon Gomes de lima, direita na Roberto freire, esquerda na Ayrton Senna, Gastão Mariz (Cidade Verde), Alfredo Dias de Figueiredo, giradouro da Rota do Sol, volta pela Rota do Sol, no semáforo entra à esquerda na Praia de Ponta Negra (marginal), giradouro da feirinha de artesanato, entra à esquerda na Roberto Freire, parada antes da rotatória da Via Costeira (parada para concentração, lanche e foto oficial no ponto de venda de água de coco).


Volta:
Roberto Freire, direita no semáforo da Solon de Miranda Galvão, Campus da UFRN, Djalma Maranhão, esquerda na Norton chaves, Lima e Silva, Arena das Dunas (antigo Machadão), Romualdo Galvão, Dom José Tomaz, Antonio Soares e Praça Abel Lira.

29 km a percorrer (ida + volta).

histórico do blog:
passeio realizado em
06/03/13 com 39 ciclistas.
28/11/12 com 37 ciclistas.
22/08/12 com 44 ciclistas.










terça-feira, 11 de junho de 2013

Pedal do Açaí - terça, 11/06/13: roteiro fixo para Parnamirim.

Os Ciclistas de Natal oferecem o Pedal do Açaí todas as terças- feiras.

Saída pontualmente às 19h15 (atraso zero) do Posto de combustíveis da Av. Alexandrino de Alencar, esquina com Rua São José, Lagoa Seca, em frente ao Corpo de Bombeiros. O percurso é sempre o mesmo, fique tranquilo.

Ida:
Posto de combustíveis, São José até candelária, esquerda na rua Militão Chaves, direita na Prudente de Morais, prolongamento até Emaús, direita na rua Rio Nilo, esquerda na rua Água Vermelha, direita na BR 101, direita na Av. Bela Parnamirim. Chegada na Universidade do Açaí, com parada para lanche e fotos oficiais.
obs: quem mora na Zona Oeste e Sul pode aguardar no percurso para se integrar ao grupo.

Volta:
Retorno pela BR 101, onde cada um vai tomando seu rumo de acordo com sua moradia. Só voltam ao ponto de partida os que deixaram carros por lá ou residem nas proximidades.


Total de 37 km a percorrer (ida + volta).

segunda-feira, 10 de junho de 2013

BiciAnjo - segunda, 10/06/13: pedalada para iniciantes.

Toda segunda-feira os Ciclistas de Natal promovem o BiciAnjo, com concentração no Hiper Bompreço da Prudente de Morais, em Lagoa Nova, a partir das 19h. Início das "aulas", orientações e demonstrações às 19h15. Largada 19h45.

Pedal criado exclusivamente para atender aquelas pessoas que, por diversos motivos (estudo, trabalho, vida afetiva e outros), deixaram de pedalar, perdendo o ritmo, bem como para aqueles que desejam iniciar no ciclismo.

Hoje, com a febre das BICICLETAS (veículo não poluente, movido a energia humana e promotora de saúde), esse roteiro veio para atender aqueles que tiveram a inteligente idéia de voltar - ou começar - a pedalar. E nunca é tarde para isso!

No BiciAnjo o iniciante vai receber orientacões sobre o uso correto da bicicleta (troca de marchas, freios, posicão do selim, sinalização e outros), dicas sobre o trânsito, normas e equipamentos de segurança, além de pedalar sem pressa na companhia de outros ciclistas.

É importante a presença dos ciclistas mais experientes, todos voluntários, com paciência para pedalar de maneira correta e preventiva no trânsito e no ritmo dos iniciantes.

O percurso é fixo: saída do Hiper Bompreço, depois av. Prudente de Morais, Amintas Barros, rua dos Potiguares, Antônio Basílho, rua dos Tororós, Amintas barros, São José, Jerônimo Câmara, rua dos Canindés, Amintas Barros, rua dos Tororós, Antônio Basílio e a chegada de volta ao estacionamento do Hiper.


Sempre 10km (ida + volta) a percorrer.

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Pedalada da quarta, 05/06/13: Circuito das Pontes.




O tradicional Circuito das Pontes cruza o Rio Potengi duas vezes. Passa pela Praia do Meio e Praia do Forte até a Ponte Newton Navarro, depois continua pela Praia da Redinha e retorna pela histórica Ponte de Igapó.

Concentração ciclística a partir das 19h30 e saida 20h, sempre no marco zero (Praça Abel de Menezes Lira, na Rua Desembargador Antonio Soares, lateral da Arituba, no Tirol).


Ida
Praça Abel Lira, Ewerton Cortez, Jerônimo Gueiros, Romualdo Galvão, Praça Augusto Leite, direita na Joaquim Fagundes, desce a Rodrigues Alves, Potengi, Afonso Pena, Praça das Flores, esquerda na Joaquim Manoel, sobe a Joaquim Fabrício, Getúlio Vargas, desce a Ladeira do Sol, Praia do Meio, Praia do Forte, sobe a Ponte Newton Navarro, Redinha Nova, João Medeiros Filho, Nordestão Zona Norte (parada para lanche e foto oficial).

Volta

Nordestão, João Medeiros, Ponte de Igapó, Bernardo Vieira, Romualdo Galvão, Dom José Tomaz, Antonio Soares e Praça Abel.

Obs: 24 km a percorrer (ida + volta).

histórico do blog:
passeio realizado em
27/02/13 com 28 ciclistas.
21/11/12 com 21 ciclistas (feriadão).
15/08/12 com 36 ciclistas.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Pedal do Açaí - terça, 04/06/13: roteiro fixo para Parnamirim.

Os Ciclistas de Natal oferecem o Pedal do Açaí todas as terças- feiras.

Saída pontualmente às 19h15 (atraso zero) do Posto de combustíveis da Av. Alexandrino de Alencar, esquina com Rua São José, Lagoa Seca, em frente ao Corpo de Bombeiros. O percurso é sempre o mesmo, fique tranquilo.

Ida:
Posto de combustíveis, São José até candelária, esquerda na rua Militão Chaves, direita na Prudente de Morais, prolongamento até Emaús, direita na rua Rio Nilo, esquerda na rua Água Vermelha, direita na BR 101, direita na Av. Bela Parnamirim. Chegada na Universidade do Açaí, com parada para lanche e fotos oficiais.
obs: quem mora na Zona Oeste e Sul pode aguardar no percurso para se integrar ao grupo.

Volta:
Retorno pela BR 101, onde cada um vai tomando seu rumo de acordo com sua moradia. Só voltam ao ponto de partida os que deixaram carros por lá ou residem nas proximidades.


Total de 37 km a percorrer (ida + volta).

segunda-feira, 3 de junho de 2013

BiciAnjo - segunda, 03/06/13: pedalada para iniciantes.

Toda segunda-feira os Ciclistas de Natal promovem o BiciAnjo, com concentração no Hiper Bompreço da Prudente de Morais, em Lagoa Nova, a partir das 19h. Início das "aulas", orientações e demonstrações às 19h15. Largada 19h45.

Pedal criado exclusivamente para atender aquelas pessoas que, por diversos motivos (estudo, trabalho, vida afetiva e outros), deixaram de pedalar, perdendo o ritmo, bem como para aqueles que desejam iniciar no ciclismo.

Hoje, com a febre das BICICLETAS (veículo não poluente, movido a energia humana e promotora de saúde), esse roteiro veio para atender aqueles que tiveram a inteligente idéia de voltar - ou começar - a pedalar. E nunca é tarde para isso!

No BiciAnjo o iniciante vai receber orientacões sobre o uso correto da bicicleta (troca de marchas, freios, posicão do selim, sinalização e outros), dicas sobre o trânsito, normas e equipamentos de segurança, além de pedalar sem pressa na companhia de outros ciclistas.

É importante a presença dos ciclistas mais experientes, todos voluntários, com paciência para pedalar de maneira correta e preventiva no trânsito e no ritmo dos iniciantes.

O percurso é fixo: saída do Hiper Bompreço, depois av. Prudente de Morais, Amintas Barros, rua dos Potiguares, Antônio Basílho, rua dos Tororós, Amintas barros, São José, Jerônimo Câmara, rua dos Canindés, Amintas Barros, rua dos Tororós, Antônio Basílio e a chegada de volta ao estacionamento do Hiper.


Sempre 10km (ida + volta) a percorrer.

sábado, 1 de junho de 2013

Bicicletas compartilhadas em Recife. E em Natal?

Projeto irá disponibilizar 700 bicicletas para o Grande Recife. 

Acorda, Natal!

Ao todo, 70 estações devem ser instaladas até outubro de 2013.
Serão 60 no Recife, cinco em Olinda e cinco em Jaboatão dos Guararapes
Até outubro, 70 estações devem ser implantadas em 20 bairros das três cidades, abrigando 700 bicicletas - Foto: Lorena Aquino / G1
Até outubro, 70 estações devem ser implantadas em 20 bairros das três cidades, abrigando 700 bicicletas – Foto: Lorena Aquino / G1
Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes vão contar com o primeiro sistema intermunicipal de compartilhamento de bicicletas do Brasil a partir deste ano. Até outubro, 70 estações deverão ser implantadas em 20 bairros das três cidades, abrigando as 700 novas bicicletas do projeto chamado Bike PE. O centro do Recife já conta com oito estações do projeto instaladas.
A iniciativa foi divulgada nesta quinta-feira (23) e é uma parceria entre o Governo do Estado de Pernambuco, as prefeituras do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, Banco Itaú e Serttel. De acordo com o secretário das Cidades, Danilo Cabral, o projeto vai abarcar as necessidades de 13% da população, usuária de bicicletas para transporte ou lazer, e foi definido sem esquecer do diálogo com as partes mais interessadas. “Fizemos uma conversa, chamamos os cicloativistas, fizemos isso de forma coletiva. Essa interação nos ajuda a superar esse enorme desafio de garantir mobilidade urbana sustentável. Este projeto é sustentável e ambientamente adequado”, afirma.
Para o presidente da Samba/Sertell, empresa responsável por implantar o projeto, Ângelo Leite, a vontade de trazer a bicicleta pública para o país vem de longa data. “Desde 2008 incorporamos o sonho de trazer a iniciativa para o Brasil e mostrar que é possível trazer soluções que possam modificar o ambiente urbano e a visão que todo mundo tem dele”, declarou. Ângelo afirmou, ainda, que mesmo que não seja possível em todos os casos, os locais das estações vão dar preferência às vagas de estacionamento na rua. “Orientamos que as bicicletas sejam postas nas vagas dos carros. É um aproveitamento muito melhor; um carro pode virar dez bicicletas”, disse. Ele disse também que as estações que forem instaladas nas calçadas não devem trazer prejuízos aos pedestres.
Os equipamentos estarão disponíveis à população durante todos os dias da semana, das 6h às 22h. A bicicleta poderá ser usada por 30 minutos seguidos, e o ciclista pode usar quantas vezes quiser ao longo do dia, desde que devolva o equipamento a uma das estações por um período de pelo menos 15 minutos. Para utilizar o sistema, o usuário das bicicletas deverá fazer um cadastro prévio pela internet. Um aplicativo do Bike PE está disponível para Iphone e Android.
O custo do serviço será de R$ 10 mensais. Para os usuários do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM), o valor será de R$ 10 ao ano. Danilo Cabral conta que esta é uma das grandes vantagens. A ideia é favorecer ainda mais a interação entre os tipos de transporte público modais”, afirmou. Para cada meia-hora excedente, será cobrada uma taxa de R$ 5. Serão 60 estações no Recife, cinco em Jaboatão e cinco em Olinda. Cada bicicleta vai ter uma apólice de seguro que prevê a cobertura para o usuário em caso de acidentes ou danos a terceiros.
O serviço vai funcionar de forma semelhante aos projetos Bike Rio – que tem cerca de 150 mil usuários, implantado em 2011 – e Bike Sampa – maior compartilhamento de bicicletas do país, implantado há um ano e que já conta com 100 estações e mil equipamentos.
Fonte: G1

Vagas para bicicletas nos prédios novos ou reformados: agora é lei!

SP: Prédio novo ou reformado terá que ter vaga para bicicletas. 

E Natal, quando vai seguir o exemplo? Acorda, Prefeito!

Pela nova regra paulistana, espaço mínimo é de 1,8 metro de extensão por 2 de altura

Estacionamento para bikesA partir de agora, os prédios de São Paulo terão de oferecer estacionamento para bicicletas. Um decreto publicado ontem pelo prefeito Fernando Haddad (PT) estabelece que toda edificação nova ou que for reformada na cidade deverá dispor de vagas para guardá-las. Anteriormente, não havia nenhuma exigência municipal nesse sentido.
Segundo a nova regra, o espaço mínimo para o acondicionamento das bikes é de 1,8 metro de extensão. Já a altura da “garagem” não pode ser inferior a 2 metros. A norma, que já está vigorando, regulamenta uma lei assinada em dezembro pelo então prefeito Gilberto Kassab (PSD). A Prefeitura informou que a emissão do alvará de aprovação e execução da obra fica vinculado ao cumprimento desta determinação.
O decreto também especifica características como localização e acessibilidade. As vagas para bicicletas precisam ficar isoladas das áreas destinadas a carros e motos, além de ser instaladas “no piso mais próximo do logradouro público” para facilitar o deslocamento dos ciclistas até o ponto de parada.
As únicas edificações dispensadas de obedecer à nova obrigação são as que não têm estacionamento e estão em ruas onde é proibido o tráfego de bicicletas. O responsável pela obra precisa instalar suportes para prender as bikes no prédio a uma distância mínima de 75 centímetros uns dos outros. O interessado deverá indicar como será a “garagem” no momento da aprovação da planta da obra na Prefeitura.
Dificuldade. O diretor de Condomínios do Sindicato da Habitação (Secovi), Sérgio Meira de Castro Neto, afirma que, embora a entidade apoie a iniciativa, “não vai ser fácil” aos condomínios, principalmente residenciais, se adaptarem a ela. “Os espaços de garagem hoje estão no limite, as vagas são pequenas, apertadas. Creio que tudo isso dificultará (a mudança).”
Cicloativistas ouvidos pela reportagem aprovaram a regulamentação da lei. Para Renata Falzoni, houve uma “quebra de paradigma”. Willian Cruz, por sua vez, afirmou que agora os ciclistas da capital passam a ser respaldados por um instrumento legal para reclamarem o direito de estacionar as bicicletas nos edifícios.
Contudo, ele lamenta que a medida só seja válida para os prédios novos ou os que sofrerem reformas, ou seja, terá alcance limitado. “Já é um começo, ajuda. A falta de espaço para estacionar é um dos empecilhos que dificultam o deslocamento de bicicleta na cidade. Às vezes, a pessoa que tem bicicleta vai de carro porque o lugar de destino não oferece vaga para a bike.” Isso, diz, é comum em estabelecimentos como restaurantes e casas noturnas.
Uma crítica feita por Renata à regulamentação da lei é que ela vincula o número mínimo de vagas para bicicletas à quantidade de vagas oferecidas para carros em determinado local. No caso dos estacionamentos privativos com até cem vagas, o porcentual reservado para bikes é de 10%. Entretanto, nas garagens com mais de 100 vagas, essa taxa cai para 5%. “O tamanho do bicicletário deveria ser vinculado à área construída da edificação e ao número de apartamentos ou unidades”, opina a cicloativista.
Nesse sentido, Cruz – que mantém o blog Vá de Bike (www.vadebike,org) – observa que a medida peca por condicionar a existência do bicicletário à presença de um estacionamento para veículos automotores. Além disso, pondera que a regulamentação não estabelece qual o tipo de suporte para guardar as magrelas. “Dependendo do modelo, ele pode acabar estragando a roda, como aquele que se parece com gancho de açougue. Seria legal se a Prefeitura tivesse indicado o suporte que segura a bicicleta pelo quadro, o menos danoso ao equipamento.”
Síndicos. Renata sustenta que moradores com bicicleta ainda podem enfrentar resistência de condomínios para guardá-la na garagem. “Essa lei ajuda em eventual negociação com síndicos retrógrados, que não são incomuns. Isso pelo menos no caso dos prédios novos ou reformados a partir de agora, posto que a lei não se aplica a edificações antigas.”
Fonte: MSN/Estadão